Diagnóstico suspeito na data de alta (2)

Ir em baixo

Diagnóstico suspeito na data de alta (2) Empty Diagnóstico suspeito na data de alta (2)

Mensagem por amaral bernardo em Qua 03 Abr 2019, 07:04

"E a cirrose hepática de provável etiologia alcoólica...?"

(Responde Fernando Lopes=
 
 
Segundo as Guidelines, do mesmo modo, como se tivesse sido confirmada (atenção aos casos em que há menção de ascite):
 
Cirrhosis / liver / alcoholic K70.30
K70.30 Alcoholic cirrhosis of liver without ascites
 
 
-----------------------------------------------------------------------------------
Olá
 
 
"Como é que codifico uma suspeita de tuberculose pulmonar que está na nota de alta como diagnóstico adicional?
 Não codifico ?"
 
 
Nas Guidelines, na Section II. Selection of Principal Diagnosis, pode ler-se no ponto H:
Uncertain Diagnosis
If the diagnosis documented at the time of discharge is qualified as “probable”, “suspected”, “likely”, “questionable”, “possible”, or “still to be ruled out”, or other similar terms indicating uncertainty, code the condition as if it existed or was established. The bases for these guidelines are the diagnostic workup, arrangements for further workup or observation, and initial therapeutic approach that correspond most closely with the established diagnosis.
Note: This guideline is applicable only to inpatient admissions to short-term, acute, long-term care and psychiatric hospitals.
 
 E na Section III. Reporting Additional Diagnoses, diz-se no ponto C:
Uncertain Diagnosis
If the diagnosis documented at the time of discharge is qualified as “probable”, “suspected”, “likely”, “questionable”, “possible”, or “still to be ruled out” or other similar terms indicating uncertainty, code the condition as if it existed or was established. The bases for these guidelines are the diagnostic workup, arrangements for further workup or observation, and initial therapeutic approach that correspond most closely with the established diagnosis.
Note: This guideline is applicable only to inpatient admissions to short-term, acute, long-term care and psychiatric hospitals.
 
Como se pode ver, a orientação para a codificação de diagnósticos de alta reportados como 'possíveis' é exatamente a mesma tanto para o diagnóstico principal como para os diagnósticos adicionais.
 
Existem, no entanto, três exceções previstas nas Guidelines:
- não se codifica uma suspeita de infeção pelo VIH;
- uma suspeita de infeção pelo vírus da gripe aviária codifica-se utilizando a categoria category J11, Influenza due to unidentified influenza virus;
- e na suspeita de infeção pelo vírus Zika codificam-se os sinais ou sintomas que levantaram a suspeita da infeção (tais como a febre, o exantema ou as dores articulares).
 
Então a resposta à questão aqui colocada é: uma suspeita de tuberculose pulmonar mencionada na alta do doente, seja como diagnóstico principal, seja como diagnóstico adicional, é codificada como se tivesse sido confirmada.
 
 
Fernando L
amaral bernardo
amaral bernardo

Mensagens : 322
Data de inscrição : 19/12/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum