dúvida na codificação de sequelas de AVC

Ir em baixo

dúvida na codificação de sequelas de AVC

Mensagem por amaral bernardo em Seg 03 Set 2018, 06:55

(Responde Fernando Lopes)

As manifestações dos eventos agudos dos AVC ainda não são "sequelas" pelo menos no sentido em que são definidas na ICD-10-CM. Devem ser codificadas exatamente como manifestações.
Ver, por exemplo:
 
G81 Hemiplegia and hemiparesis
Note: This category is to be used only when hemiplegia (complete)(incomplete) is reported without further specification, or is stated to be old or longstanding but of unspecified cause. The category is also for use in multiple coding to identify these types of hemiplegia resulting from any cause.
 
No contexto dos AVC só se codificam as sequelas num episódio seguinte (novo internamento) pelo mesmo ou por qualquer outro motivo. É aí que se aplicam os códigos da Categoria I69. Esta categoria contempla as condições que resultaram de eventos agudos que foram codificados na secção I60-I67.
 
A nota de exclusão do tipo 1 refere-se às sequelas, não às manifestações:
 
Excludes1
hemiplegia and hemiparesis due to sequela of cerebrovascular disease (I69.05-, I69.15-, I69.25-, I69.35-, I69.85-, I69.95-)
 
Tendo em atenção este conceito, não há que enganar: 
- no episódio do evento agudo codificam-se as manifestações (como a hemiplegia, a afasia, a disartria, etc.)
- nos episódios seguintes codificam-se as sequelas (I69)
- e nos casos em que o doente já com sequelas anteriores tem um novo episódio de AVC, codificam-se tanto as manifestações do evento agudo como as sequelas do evento anterior.
avatar
amaral bernardo

Mensagens : 118
Data de inscrição : 19/12/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum