Diabetes e doença arteriosclerótica periférica

Ir em baixo

Diabetes e doença arteriosclerótica periférica

Mensagem por amaral bernardo em Sex 26 Out 2018, 06:23

"Como devo codificar doença aterosclerótica periférica e diabetes?
 Código da doença aterosclerótica e depois o da diabetes com arteriopatia periférica ou só diabetes e arteriopatia periférica?"

(Responde Fernando Lopes)
 
 
A ICD-10-CM assume uma relação entre os diagnósticos de diabetes e os de doença arteriosclerótica periférica quando a etiologia desta não for especificada. 
 
With
The word “with” or “in” should be interpreted to mean “associated with” or “due to” when it appears in a code title, the Alphabetic Index (either under a main term or subterm), or an instructional note in the Tabular List. 
The classification presumes a causal relationship between the two conditions linked by these terms in the Alphabetic Index or Tabular List. 
These conditions should be coded as related even in the absence of provider documentation explicitly linking them, unless the documentation clearly states the conditions are unrelated or when another guideline exists that specifically requires a documented linkage between two conditions (e.g., sepsis guideline for “acute organ dysfunction that is not clearly associated with the sepsis”). ICD-10-CM Official Guidelines for Coding and Reporting, FY 2019, Page 12 of 120
 
Assim: 
Diabetes
with
peripheral angiopathy E11.51
 
E11.5 Type 2 diabetes mellitus with circulatory complications 
E11.51 Type 2 diabetes mellitus with diabetic peripheral angiopathy without gangrene 
E11.52 Type 2 diabetes mellitus with diabetic peripheral angiopathy with gangrene
 Type 2 diabetes mellitus with diabetic gangrene 
E11.59 Type 2 diabetes mellitus with other circulatory complications
 
De notar que não é necessário que a 'angiopatia' (que apenas quer dizer doença dos vasos) seja especificada como diabética. O índice alfabético apresenta 'angiopatia periférica', a ICD-10-CM, na ausência duma etiologia especificada e na presença da diabetes, assume-a como diabética e é isso que se verifica na lista tabular: "diabetes mellitus with diabetic peripheral angiopathy"
 
Os códigos de combinação da diabetes com doença circulatória periférica não a especificam (com exceção da presença de gangrena) pelo que a sua codificação em separado, sempre que a informação exista, é conveniente. Por exemplo:
 
E11.51 Type 2 diabetes mellitus with diabetic peripheral angiopathy without gangrene 
I70.222 Atherosclerosis of native arteries of extremities with rest pain, left leg 
 
O Coding Clinic do 3Q 2018 p.4 tem um exemplo de codificação de diabetes com doença arterial periférica em que, para além de E11.51, se conselha a codificação de I70.2- precisamente para especificar a lateralidade, o vaso atingido e as manifestações. 
 
A sequenciação dos códigos da diabetes e da arteriosclerose deverá obedecer à definição do diagnóstico principal. Se o internamento for mais orientado para o tratamento da diabetes, esta será o DP. Se o internamento for orientado para o tratamento da doença circulatória (cirurgia vascular, por exemplo), será esta o DP.
 
 
Fernando Lopes
avatar
amaral bernardo

Mensagens : 118
Data de inscrição : 19/12/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum